da chegada das caravelas

06
Out 15

O Papa Francisco enviou uma mensagem pelos 500 anos da evangelização de Timor-Leste, por ocasião da Festa da Assunção de Nossa Senhora de dia 15 de agosto.


AFP Photo@ Filippo Monteforte


O portador da mensagem foi o Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, nomeado como delegado pontifício para as celebrações em programa na capital Dili.

 

Na sua mensagem o Papa Francisco recorda os missionários dominicanos que com “coragem realizaram uma grande viagem”, superando “incontáveis dificuldades” para levar o Evangelho àquelas paragens aonde chegaram em 1515 na parte oriental da ilha de Timor, colonizada pelos portugueses.

 

O Santo Padre refere-se também à independência do país conseguida em 1975 e que sofreu logo a seguir a invasão da Indonésia provocando mais lutas e conflitos sanguinários.

 

A República Democrática de Timor-Leste é hoje um país livre e independente. O Papa na sua mensagem realça o papel da Igreja em todo o processo de auto determinação e independência, e hoje em dia a sua missão de “consciência crítica da nação” como convida o Papa na sua mensagem.

 

Recordando os bispos que vieram a Roma em visita ad Limina no ano passado, o Santo Padre afirmou que a Igreja deve ter a liberdade de anunciar o Evangelho em modo integral, mesmo quando vai contra a corrente, “defendendo os valores que recebeu e aos quais deve permanecer fiel”. Os mesmos valores que inspiraram os primeiros missionários de Timor-Leste que ali chegaram, comemoram-se agora cinco séculos.

 

Fonte: Official Vatican Network

publika husi sapotl às 11:14

Outubru 2015
Dom
Seg
Ter
Kua
Kin
Ses
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
30
31


arkivu
tags

tags hotu-hotu

konaba ba ha'u
Peskiza
 
blogs SAPO